30 de jul de 2010

Bobeou Dançou

É impressionante como nos dias atuais, o cidadão brasileiro está trabalhando duro e se esforçando para alimentar, vestir, e dar luxo para homens que vivem as "margens" da sociedade, conhecidos popularmente como "marginais". E ainda, temos que ouvir os noticiários informarem que não podemos reagir a um assalto, ou até mesmo aceitar a realidade de que os bens subtraídos por esses "foras da lei", dificilmente irão retornar para as mãos de quem é dono por direito. Aconteceu mais uma vez!!! O Senhor A. J. B. S. chegou, exausto do trabalho, em sua casa, na Rua Eupídio Pereira Santiago, Bairro Aeroporto Velho, próximo à igreja do Santo Daime, por volta das 20h da noite de sexta feira (30/07) e deixou sua bicicleta vermelha, de marca CALOI, ainda em boas condições de uso, encostada no seu trapicho e entrou em casa. Não demorou nem cinco minutos e um rapaz conhecido por "Ueré" furtou o único transporte que o trabalhador tinha para locomover-se. A Policia Militar foi chamada e ainda fez buscas tentando localizar o ladrão, mas não conseguiu encontrá-lo. Sendo assim, o cidadão de bem, vítima da história, por enquanto, ficará com o prejuízo e literalmente a pé.

Pego com a mão na botija

Foram pegos com a mão na botija dois elementos que estavam praticando furtos no centro da cidade. A PM pegou os meliantes J.F.L vulgo Piolho e seu comparsa J.M.B com uma botija de gás e mais de 20 pratos, que foram furtados de um dos lanches da praça de alimentação no centro de Cruzeiro do Sul. Eles foram encaminhados para a delegacia de flagrantes onde serão encaminhados à Côlonia Penal e verão o sol nascer quadrado.